21 de julho de 2010

unico !

podias gritar mil e uma vezes que não te importas , podes prometer que não caminhas nem mais um centímetro comigo , podes puxar os meus longos cabelos , virar a cara quando me vês e empurrares-me sempre que me aproximar , se no fim vieres a correr abraçar-me e dizeres que não sou perfeita e que não me amas menos por isso . secalhar nem vais chegar a fazer isto e sei também que nunca chegaras a dizer tantos “amo-te” como eu te vou dizer , mas não tem mal amor . só vou querer que me agarres quando te virar as costas , que me segures quando quiser partir , que me beijes quando disser disparates , que me abraces quando eu precisar de forças , que estejas comigo quando eu quero , e isso é agora , é hoje e amanha . hoje podias fazer como ontem , sentares-te tão discretamente no meu lado comentar a roupa que trazia no dia anterior e passar suavemente a tua mão sobre a minha , deixando-me sentir todo o teu amor . deixa-me fazer como antes d’ontem , correr para ti e beijar-te enquanto tocavas no meu rosto já corado de sentir o teu corpo de novo junto ao meu . tu sabes a tendência que os nossos corpos têm de se aproximar , é tão rápido , basta um segundo apenas tu e eu e pum juntam-se como por magia . tu tens uma voz suave e meiga , o olhar mais profundo e mais puro do mundo , o teu toque é macio , o teu cheiro é intenso , o teu abraço tranquilo e o teu beijo é romântico , apaixonado e quente . tu és forte , bem disposto , simpático , querido e não sei bem o que dizer mais , não consigo arranjar a palavra perfeita para te descrever , talvez único . és o rei do meu castelo , a nascente do meu rio , tu és mesmo o mais importante de mim . o mundo gritou-me tão alto , o mais alto que pode aos ouvidos e insistiu em me acordar dizendo que tu eras o tal , e não me deixou fechar mais a pestana , nem por um único segundo acredita . ouvi a nossa musica até não poder mais (mas nunca me vou cansar dela) enquanto relia todas as nossas mensagens , e lembrava os nossos momentos. questionei-me , admito , o porque de gostar assim tanto de ti , mas deixei essa resposta para o final da da historia . agora tu , sarrabisca o livro da minha vida e interroga-me sobre as coisas que mais te perturbam quando vais dormir , interroga-me tudo , tudo aos pequenos pormenores , eu garanto-te que não preciso saber nem mais um pormenor teu , sei tudo , ou pelo menos sei o suficiente coração .
és tu que eu respiro , és tu o único , és somente tu !


10 comentários:

Cátia Mourisca disse...

muito bonito!

C. disse...

Texto lindo (:

Cátia Mourisca disse...

de nada*
és como eu então *.*

C. disse...

Obrigada querida (: Já estou a seguir!

Cátia Mourisca disse...

mesmo. :)

Cátia Mourisca disse...

ÉS PARECIDA COMIGO :)
Somos como somos e o resto são conversas de chachá ahahahah

Cátia Mourisca disse...

:) podes crer!

Cátia Mourisca disse...

tem que ser meu, se não não atinam :D
oh marilia como é que no sítio nos comentários se pode mudar o nome?
tipo, tu tens um coração e eu queria meter em vez de comentários, outra coisa, como faço? :x

Cátia Mourisca disse...

Obrigada *
:)

Cátia Mourisca disse...

já, obrigada pela ajuda querida :)