11 de agosto de 2010

irreal .

subi alto , alto o suficiente , ou desci ao teu nível , não sei bem , só que por puros momentos de loucura , levantei-me daquele relvado e fui sentar-me junto a ti , dei-te um pequeno coração , pedi-te desculpas por tudo e admiti que fui estupidamente estúpida . não parei de olhar para o teu rosto , não parei de caracterizar a tua imensa beleza para mim mesma , não cortei o teu olhar nem por um segundo , e não descolei a minha perna da tua , pequenos pormenores eu sei , mas são os pormenores que me fazem amar-te tanto . e eu não espero que cuides dele , pois se cuidares dele como cuidaste de mim não durará muito tempo , desculpa mais uma vez , mas eu penso assim , e não consigo mudar ! eu gostava , ups , quer dizer amava que o carregasses contigo a todo o minuto , que olhasses para ele para te lembrares de mim e era mesmo bonito que um dia pensasses em pô-lo junto ao teu e fechasses os olhos , e nesse momento a tua cabeça encher-se-ia de pensamentos óptimos sobre mim , e aí sim apercebias-te que eu afinal sou a tua princesa . logo em seguida , abririas a porta da tua casa á pressa , batia-la com tanta força que suponho que nem a chegasses a fechar , nem esperarias que o elevador chegasse , descias as escadas á pressa , corrias para o ringue , perguntavas por mim á primeira pessoa que te aparecesse á frente , se não tivesse chegado ainda , esperar-me-ias á porta de casa e quando abrisse a porta como o faço todos os dias para caminhar até ao teu espaço , tu sem demora e sem eu me aperceber , agarrar-me-ias pela cintura e beijar-me-ias loucamente , o teu coração bateria mil vezes mais rápido que o meu meu , e o desejo de me levares para longe aumentaria a cada segundo , enquanto os nossos corpos encostavam-se contra á parede verde da minha casa . depois eu abriria os olhos passado uns pequenos momentos , e deparar-me-ia com o teu rosto alegre e com um olhar apaixonado , e agarrar-te-ia e prometer-te-ia e prometo que se voltasses não te deixaria ir mais .


e vá , chega de sonhar ,
por hoje.

13 comentários:

Dryka Sales disse...

adorei!

Moreira disse...

O sonho comanda a vida ;)

martasousa disse...

quando decidi criar esta história foi mesmo porque estava farta de escrever textos dos meus verdadeiros sentimentos, é tudo negro.

V'Andreia disse...

Nao querida, é de um livro da Margarida Rebelo Pinto :)

RuteRita disse...

:o ai que lindoo

Moreira disse...

Nunca sentis-te não poder mudar situações? querer fazer e nao poder, nao te deixarem, estares presa? que explicação encontras? nao será o destino já traçado e não o podes alterar? é apenas um perspectiva ;)

Moreira disse...

Aceito a tua opinião, mas pensa no que disse, tem alguma verdade ;)

martasousa disse...

pois mas parece que só tu te interessas pela história.

RuteRita disse...

Gosto sempre (:

martasousa disse...

- ó poiis, mas tenho poucos comentários xb.

friendshiptoalways disse...

amei o texto , estou sem palavras :( deveras fantástico. escreves muito bem :$
obrigado também já agora +.+

Isabel disse...

Texto tão bonito (:

Dryka Sales disse...

linda, voltando aqui *-*
o texto, eu já disse que adorei! ♥
beijão.