12 de novembro de 2010

doença precoce .


não guardei a nossa imagem e já não me consigo lembrar decentemente da forma perfeita que era o teu corpo , não gravei a tua voz nos meus ouvidos … julguei que não me iria esquecer ; o teu gosto já não o sinto nos meus lábios e o teu cheiro partiu com os ventos desordeiros do passado .
tanto que encaixei na minha mente que irias ser esquecido e jamais lembrado que acabou por acontecer sem me aperceber. talvez tomasse posse do meu coração durante a noite quando eu me perdia por entre os lençóis , pois não ouvi baterem á porta da alma pedindo permissão para entrar (talvez tenho sido mesmo melhor assim) .
o teu nome já não me passa pelos meus ouvidos nem sai da minha boca e já não reside no meu coração a tua constante presença .
se te voltar a ver não leves a mal se passares por desconhecido ,
mas já não me recordo de ti .





8 comentários:

- joanarocha disse...

que lindo amor *.*

Marcos de Sousa disse...

É como dizem: O que os olhos não veem o coração não sente.

Lindo texto.

Beijos

Daniela disse...

Eu gosto tanto dos teus textos *-* São todos maravilhosos *-*

Catarina Bessa disse...

LINDO meu amor. Não te esqueças que estou aqui para ti <3

P e s K a n i n h o disse...

Textao *.*

(desculpa a invasao)

Anónimo disse...

Mais um?
Tu abusas querida, são todos tão bonitos :D

nina disse...

Com o poder da mente e muito esforço da nossa parte , tudo conseguimos..Isso significa que ele já não é importante para ti..:p

Cynthia Brito disse...

Ah, amor, tudo isso é tão lindo !
adooooro ♥ ,