21 de março de 2011

Oh I forget everything I learn...

                     Tumblr_lielnay75b1qb7aepo1_500_large
És bipolar, tens paixão indecisa e momentos inconstantes que se foram tornando impossíveis de suportar. Tens alma nua e corpo escuro, rosto limpo e mente suja, tens no fundo cinquenta porcento de probabilidades de ser o homem da minha vida. Mas não deixas de me presentear com um ódio gostoso que me envolve num certo gozo. Fico com medo de me tornar irracional com a metade de mim que tens na mão, com medo de acordar quando estás prestes a… e adianto o sonho para não acordar. Acordar de um sonho é mata-lo!
Não estou racionalmente apaixonada nem estou ridiculamente apenas a deixar-me levar, estou a querer-te quando sinto saudade. Que está-se a tornar cada noite mais frequente, desculpa dize-lo. Não quero que me dês e transmitas o teu lindo e gostoso amor, porque nunca que me sentirei preparada para te entregar o meu. Quando te der o que queres não te lembrarás, e quando te transmitir o pior de mim, nunca te esquecerás.
Não sou toda tua, mas sinto que já me interpretas como propriedade e não quero ser um objecto de posse para ninguém. 
(inventado)

38 comentários:

Daniela disse...

Está lindo :D

inês disse...

« Quando te der o que queres não te lembrarás, e quando te transmitir o pior de mim, nunca te esquecerás. » - adorei!

joanarocha :) disse...

escreves tao bem *-*

Tânia disse...

esta lindo :o
Sigo-te, segues-me ?

Rute Maia disse...

adoro! juro, apesar de «inventado» encaixa-se em muita gente, tenho a certeza (: está lindo, aliás.

rafaela sofia disse...

adorei o blog & os textos (: , parabéns*

Cátia Mourisca disse...

LINDO!

Daniela disse...

Oh meu amor obrigada por tudo :D

LuisaSanheiro disse...

A sério? o:
Acho que me estou a tornar um pouco repetitiva nos textos do blog x:
Está lindo! Mas amei "Quando te der o que queres não te lembrarás, e quando te transmitir o pior de mim, nunca te esquecerás."

LuisaSanheiro disse...

Espero que isso não seja mau $:
*-*

joanarocha :) disse...

obrigada meu amor *-*

inês disse...

eu também gosto muito de ferrero rocher's *-* para dizer a verdade, gosto de quase todos os chocolates, sou muito gulosa :b

está lindo*

simple writer disse...

este texto podia ter sido escrito por mim x)

rafaela sofia disse...

oh $: , obg querida :D

CatarinaFerreira* disse...

que fofa *-*
não sei se já viste mas no outro texto tem um frase para ti (;
AMO-TE DE VERDADE «3

Tânia disse...

mesmo :D

CatarinaFerreira* disse...

E não tem mal minha trenga (;
e eu estarei do teu sempre *
amo-te para toda a minha vida meu amor <3

Marta ☮ disse...

AMEI

Joana disse...

fogo, os teus textos para além de lindos são viciantes!

Rute Maia disse...

ohn, obrigada *.*

RITA VIEIRA disse...

amo *.*

Cláudia disse...

Obrigada (:

Daniela disse...

Meu amor, mas está tudo bem ?

Kita' disse...

Obrigada querida :)
O que conta é a intenção, sejam atrasados ou não ! :b

filipa disse...

obrigada princesa. ADOREI

filipa disse...

obrigada princesa. ADOREI

Ana disse...

Nem eu, querida. Adorei o texto, e percebo-te, já senti exactamente o mesmo*

Amêndoa disse...

ai sim? porquê?

gosto muito *

dear sarah disse...

Tu és única, aposto.

Adorei esta música de fundo (:

dear sarah disse...

te adc no facebook ta?

Ana Sofia ♥ disse...

oh, obrigada querida :)
também sigo o teu, muito bonito *

mónicacosta disse...

eu amo e cada frase amo , marilia transmites uma força completamente inexplicável :$

• Cynthia Brito • disse...

Amor, nunca deves ser um objecto de posse para ninguém :D
Beijooooooooo'

sofiaabreu disse...

perfeito princesa (;

-mf' (: disse...

ameiiii *-*

Isabel disse...

Está lindo, gostei (:

Carina Gonçalves disse...

o teu é muito mais bonito :c adoro, adoro, adoro :)

João Fonseca disse...

Tenho mesmo que te dar os parabéns pela forma como transmites as coisas e como foste capaz de certa forma explicares algo que não tem explicação alguma.

"Quando te der o que queres não te lembrarás, e quando te transmitir o pior de mim, nunca te esquecerás.
Não sou toda tua, mas sinto que já me interpretas como propriedade e não quero ser um objecto de posse para ninguém. "

Realmente as marcas mais profundas que deixamos por vezes são somente os nossos erros, neste mundo raramente se reconhece o que fazemos de bom.

E estar com alguém ou gostar de alguém (seja em que âmbito for) não tem mesmo de significar propriedade. Nem nós somos donos de nós próprios por vezes, quanto mais deixar que outros o sejam.