7 de abril de 2011

Saque la puntuacion mas alta en el amor, pero de nada vale...


Chamei-lhe de tudo que de momento me passou pela mente, caracterizei-o com todos os adjectivos do dicionário apenas para lhe manter os ouvidos cheios. Ofereci-lhe a minha mão e empurrei-o para os céus, lembro-me também de ele me dar a mão e eu apenas pousar um pedregulho pesadíssimo que o levou num instante até ao chão. Sei de trás para a frente cada um dos nossos dias juntos, sei o barulho perfeito das suas pestanas ao tocarem-se e conheço cada motivo pelo qual ele sorri quando me vê, conheço praticamente tudo de nós. Mas ele sabe mais que eu, ele sabe isto e muito mais, ele sabe os motivos que eu desconheço quando discutimos, sabe tudo que eu por momentos apenas queria saber…
Não entendo a diferença entre nós, falamos, sorrimos, berramos e brincamos os dois, temos o tempo completamente entregue a nós, porém num dia em que por burrice própria disparatamos e joga-mos todo na cara um do outro, eu rebaixo-me ao máximo, olho segundo a segundo para o telemóvel, acordo sobre-sentida pela falta dele e por vezes choro por sentir que está a tocar nas marcas mais fundas que pensava já estarem ultrapassadas, mas ele simplesmente não sente nada, não reage nem domina a situação. Fecha-se em copas, sem deixar transparecer o que realmente sente, mas eu sinto que me ama mesmo sabendo que isso é (quase) impossível.  

(a minha ausência tem sido muita, peço desculpa queridos leitores.)

25 comentários:

Renata Gonçalves disse...

Amei +.+

RITA VIEIRA disse...

goataste amor?

Renata Gonçalves disse...

Não queres ir para escritora?
É que amo, os teus textos +.+

Filipa. disse...

obrigada querida $:
vou seguir também *_*

joanarocha :) disse...

que bonito *.*

Jéssica Rodrigues disse...

é isso mesmo, desistir nunca :$
mais uma vez, um lindo texto *-*

• Cynthia Brito • disse...

Marls,
não deixa o teu coração se fechar para esse amor que parece ressurgir! Felicidades, minha flor! Beeeeeijo *

-mf' (: disse...

obrigada princaza (:
- ameii *-*

-mf' (: disse...

obrigada princeza (:
- ameii *-*

CatarinaFerreira* disse...

E eu amo-te a ti princesa , e buééé (;

João Fonseca disse...

Não, não se perde. E às vezes acaba por ser no fim (ou perto disso) que compreendemos se as coisas importantes são mesmo verdadeiras ou não. Mas se o forem, não, não se perdem mesmo.

Lindo texto, mais uma vez xb

• cláυdiaӘomes. disse...

LINDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

simple writer disse...

sabes não podes te rebaixar, ele tem também que te procurar porque só assim consegues perceber o que ele sente. ele tem essa atitude porque te tenta ignorar para que tu fales te rebaixes. eles sabem isso e fazem-no para que caiamos. só há pouco tempo é que descobri isso.

Renata Gonçalves disse...

Podes dizer-me o nome da musica?!

RITA VIEIRA disse...

amo**

Amêndoa disse...

adoroooooo!

mónicacosta disse...

amo e amo cada texto teu!

Isabel disse...

És uma linda e escreves tão bem *.*

Daniela disse...

Que lindo amor *-*
Tu é que és linda :)

Marcela disse...

Bastante profundo :)

RuteRita disse...

adorei mesmo amor !

Izzie Williams disse...

aha é um sentimento horrível quando não sabemos o que o outro sente :s

Anna Munhoz disse...

já tinha saudades de ler as tuas coisas :) és incrível querida, beijinhos

inês. disse...

gosto tanto :) vou seguir

Anónimo disse...

podes dar-me o nome da música sff? ;$
Amo o texto, parabéns (:
Beijinho