4 de agosto de 2010

desiquilibrio .

não passei de uma miúda selvagem , teimosa e apaixonada que preenchia o teu tempo , sou simples e surpreendia-me com o pouco que me davas , nunca exigi muito até , e admito via apenas o que queria ver e ouvia apenas o que me convinha . passando á frente estes pequenos detalhes , sinto imensa saudade dos momentos contigo , das tuas palavras meigas , de tudo que me fazias sentir quando estávamos juntos , apesar de saber que era tudo mentira . já não consigo ser a pessoa que era quando estava contigo , e eu gostava de mim nessa altura , mas e tu ? gostavas ?
tantas , mas tantas vezes eu caracterizei-te como um príncipe , um herói , sempre foste o bom da fita , mas hoje diante de toda a realidade não o consigo fazer , não consigo olhar nem mais um único segundo para as tuas horrendas fotos , não consigo descrever-te como sempre o fiz . falta-me um pedacinho de conforto que tu dantes me fingias dar ! sim , tenho imensa saudade de todas as tuas mentiras , porque acima de tudo amei-te e amo-te com todas as minhas forças . onde está hoje a tua espada longa e brilhante , onde está o teu belo cavalo branco , onde esta o nosso castelo ? chiu , não precisas de responder nem dizer mais nada , sei perfeitamente que nunca existiu nada para ti . eu sempre sonhei que se eu voa-se tu irias voar comigo , que se eu caísse tu caias comigo , eu sempre acreditei que estarias tanto para mim como eu estava para ti . enganei-me eu sei , desculpa !
como te disse por instantes não me arrependo de tudo que passamos , foram talvez os melhores dias da minha vida . ontem perguntaram-me “quer-se dizer , por morrer uma Andorinha acaba-se a Primavera ?” , não sabia o que responder mais depois de hesitar disse “é” , pois não morreu uma Andorinha e não acabou a Primavera , apenas acabou a ilusão e não vivo , apenas existo .
se tenho motivos para te odiar , diz-me tu , tenho ?


continuo sentada no mesmo banquinho a sonhar e á espera que apareças como um belo galã e te sentes sorrateiramente a meu lado , me agarres na mão e me peças desculpa , que digas que era tudo mentira . e sim , sonho acordada com os momentos que ainda não vivemos (na realidade aposto que não vão acontecer) , não acredito que seja a culpa do destino ou então por terem traçado mal a nossa linha do amor , talvez , mas só talvez a culpa seja minha e tua , pois apenas uma palavra era razão para uma enorme discussão .

16 comentários:

Rute disse...

Obrigada eu querida *

V'Andreia disse...

é mesmo, Margarida Rebelo Pinto diz com cada coisa :o
Aconselhas - me algum livro? :)
Gostei do texto x)

Beijinho *

Sandra disse...

Adorei :)

"Falta-me um pedacinho de conforto que tu dantes me fingias dar", o fingmento a que te referes faz sonhar e acreditar que tudo é de verdade *.*

martasousa disse...

que texto lindo.

martasousa disse...

siim , gostei .

V'Andreia disse...

Gosto de MRP, Nicholas Sparks, Leslie Pearse .. por aí xP

# Lau disse...

Lindo.

Sandra disse...

Obrigado pelo comentário fofinha :D

C. disse...

Obrigada pela força amor (: Adorei, mais uma vez!

Moreira disse...

Todas estas palavras tem uma Cronologia que infelizmente já me aconteceu...e a quem nao aconteceu?poucas deveram dizer que não... Desejo...Ilusão...Sonho...Amor...indiferença...desilusão...despreso...dor... infelizmente é assim!

C. disse...

És mesmo um amor :')

# Lau disse...

de nada, já sabes que é tudo verdade d:

C. disse...

Posso sim, tu és sem duvida muito mais amor (:

# Lau disse...

são verdades sim!

martasousa disse...

ó , querida de coração .

Laraa disse...

amor , estarei aqui para todo .
Já sabes , que sempre que precisares de falar estou aqui . E que elee , é apenas um rapaz, e um rapaz parvoo , estupido , que te fez iludir .
Mas agora tens que cagar para ele , sei que é por vezes impossivel , mas pensa que agora raramente o vais ver.
Enquanto que eu , vou estar mais proxima do coiso :'
Mas eu sei que estes anos todos lutei por guerras que parecem nunca acabar, eu nunca venci , mas tambem nao desisti .
Eu quero mesmo desistir, parar de tentar , de me esforçar , de me cansar .
Mas não dá , eu sinto que devo seguir para a frente , de cabeça erguida .
E se vou ter que ficar perto dele , eu fico , mesmo que chore todas as noites .
Mas simplesmente vou fingir que ele não está lá . Ele para mim morreu . E tu deves fazer o mesmo .

amoo-te melhor amigaa